sexta-feira, 29 de junho de 2007

Assunto: sem assunto

Oie, pessoas!Fiquei um tempo longe por questões de saúde! No sábado peguei uma virose horrível, fui no PA e talz. No domingo ainda não tinha tido tempo pra escrever um post bom, porque eu tenho que já ter em mente o tema. Segunda não fui no colégio, ainda com mal estar. Na terça estava melhor e fui, era última semana de aula. Quarta eu fui mas voltei mais sedo, já que minha ânsia tinha voltado. Quinta não deu tempo de nada, fui atrás de muita coisa e eu só consigo fazer post rápido nos flogs!Aqui não. Aqui demora. Eu tenho que pensar no assunto, escrever com toda a calma do mundo, falar tudo o que eu penso... digerir bem o assunto e escrever com boas palavras. Ou seja, jamais poderá ser feito na pressa de uma pausa na lan antes de pegar o ônibus.
O que quer dizer: esse post está sendo feito na quinta a noite.Só pra eu dar sinal de vida. E falar com calma o que eu tenho pra falar.Na verdade, eu não sei o que eu tenho pra falar. Por isso, estou digitando pra enrrolar o bastante até que surja algo na minha mente.
Eu realmente não sei o qeu escrever aqui. Procurei arquivos bons pra iniciar um assunto, mas não encontrei.Penso em colocar algumas coisas antigas que eu já escrevi, mas eu acho que não se encaixa muito bem aqui.Quem sabe esse post seja bom pra uma reflexão. Como: "só duas pessoas o acessam". Agradeço a essas duas pessoas. Achei que estaria escrevendo pra mais gente, só que, fazer o que. A gente só alcança o que consegue alcançar. Pelo menos tem pessoas lendo o que eu escrevo.Outra reflexão: "o que eu faço com esse blog". Até agora eu pego um assunto e falo sobre ele no meu ponto de vista. Ás vezes viajo um pouco no assunto. Isso tem um nome: argumentar. É tão bom e legal ficar escrevendo coisas no seu ponto de vista, onde as pessoas antes de te interromper vão ler tudo, pensar a respeito e depois irão opinar. É o que geralmente acontece.Mas os meus assuntos nem sempre são os melhores. Como esse.
Me dou a liberdade de além discutir assuntos, discurtir textos e... acontecimentos, digamos.Explicando: além de falar sobre "desconectar do computador" e "dia dos namorados", vou colocar em discussão alguns textos que eu ando escrevendo, ou que alguém escreveu e eu gostei. E, apenas pegar algum momento e ir dissertando sobre ele.Como o fato de ficar uma hora no telefone com o meu melhor amigo que tá no Japão(que é um dos dois leitores) e como os dias(principalmente os frios) ganham tanta magia e beleza apenas por ser férias.
Acho que falei o bastante.Agora aquele cheiro maravilhoso do arroz doce já me torturou o bastante.Tá na hora de comer ele!;]
Até mais, dois leitores!

sábado, 16 de junho de 2007

Mudanças

Hey!
Agradeço aos comentários, finalmente! Achei que eu ia levar esse flog sozinha, sem ninguém ler ou comentar. Mas, finalmente se provou o contrário!
O dia dos namorados foi mais interessante paa mim pensando isso: "melhor ter alguém falando 'te amo' em vão ou ver que todos estão sendo sinceros mesmo quietos".
Foi melhor não ter ninguém. E como vocês passaram?

Hoje eu vim aqui para falar de mudanças. Eu entrei no blog e vi que eu tinha que postar, mas não sabia o que. Eu achei que ia fazer um post sobre "o mundo está ficando louco". Mas mudanças é quase isso mesmo.
Os meus anos passam e eu vejo o que mudaram em mim, os anos dos meus amigos fazem o mesmo. E em todos eu noto o quanto mudaram. É tão triste ver o que o tempo faz com o físico das pessoas e, ás vezes, o psicológico também; vendo o que muito tempo faz. É impressionante observando em pouco tempo.
Alguns ficam mais fortes, mais bonitos, mais alegres, mais soltos, mais experientes, ou até mais fracos, mais tristes, mais sozinhos.
Quando você faz coisas que não era comum seu, muitos estranham e discriminam. Mas, para que ser igual sempre? Porque não mudar?
É só saber mudar. Tem gente que perde amigos por puro orgulho e acaba mudando pra uma coisa que essa pessoa nunca gostou. É tão difícil mudar e largar o orgulho? Eu acho que não.
Eu considero que mudar o avatar, profile, cores do flog, nick do MSN é uma coisa que te renova por dentro. Geralmente imagens, cores e palavras representam o estado de espírito. Eu adoro mudar tudo por conta disso, principalmente as cores do flog(de preto de roxo, evolui pra verde, laranja, vermelho, azul e, como ninguém é de ferro, um fundo preto).
Alguém já notou como mudar a maneira de tirar fotos também é discriminada? Sofri isso algumas semanas atrás, quando eu notei que fazer poses pra "ficar bonitinha" era ridículo. Tirei foto minha de como eu era: sorrios espontâneos(vendo algumas fotos dos amigos e tirando foto das caras que eu fazia ao vê-las), cantando, dançando sentada, rindo, bocejando... coisas que eu faço todos os dias. E não poses forçadas que eu faço só para o momento. E as fotos ficaram maravilhosas, principalmente quando eu imitava poses de outros amigos.
Não só as pessoas mudam, mas a Terra. A Terra é alterada por conta das mudanças das pessoas que nela vivem. Mas, calma, eu não vou falar sobre o estado da Terra, porque isso é assunto mais pra frente(o que vai levar muitos posts para ser falado completamente). Mas essa tendência das pessoas mudarem "pro mesmo rumo" se chama moda! Isso também não vem ao caso agora.
Mas falando sobre o motivo desse post quase ter sido "o mundo está ficando louco". Ande nas ruas, leia jornais, ouça músicas, entre em lojas. As pessoas se importam menos com a vida das outras(se alguém tá doente, isso não vai me interessar. Se 180 pessoas morreram por conta de um terremoto na China, isso não me importa), pessoas morrem diarimente, a política é cada vez mais corrupta, os preços dos CDs está barato demais e as pessoas ainda baixam pela internet(eu sou uma delas).
Sabe qual foi a mudança que eu li num jornal que mais me deixou surpresa e ao mesmo tempo motivada? Adolescentes largando computadores por contra própria, por que descobriram que há mundo em volta dele. Li isso na FolhaTeen dessa semana, garotos e garotas que passavam a tarde e noite toda no PC descobriram o que perderam ficando demais online(dispensaram passeios, festas, dias lindos, filmes, livros, estudo). Mas, felizmente, notaram que a vida é muito mais que um orkut, um msn, um blog... alguns deles já estão 4 anos offline.
Muitas vezes nas férias eu tentava fazer isso, me prometia que ia ficar alguns dias sem entrar, ia nadar ou tomar um pouco de som, ia tentar encarar uma mini-academia, ia ler mais livros do que já estava lendo... ia passear nesse mundo real que eu tinha. Nunca conseguia. Mas, eu não sou uma viciada. Só fico muito on durando finde e entro na lan apenas para ter notícias de amigos(coisa de 15 min).

Bom... lição de moral.
Mude sempre! Pra melhor.
E se for viciado em PC, descubra o mundo real.

segunda-feira, 11 de junho de 2007

Dia dos namorados

Heeey, galera!
Mais um post aqui... é só pra falar do que anda acontecendo.
É tão triste estar na véspera do dia dos namorados sabendo que no dia seguinte será uma alma solitária dentre tantas juntas.
Na verdade, analisando de um outro ponto, a gente não tá falando "te amo" pra alguém só porque é dia dos namorados. Eu acho horrível falar te amo pra uma pessoa que sabe que não vai ficar com ela pra sempre, e um dia vai acabar a odiando.
Minha primeira esperiência com "te amo" foi ridícula, falei sem saber seu verdadeiro significado, e acabei ficando no vácuo, não ouvi "te amo" de volta.
Segunda esperiência foi um pouco menos ruim, esperei um certo tempo pra falar isso. Deu certo, pra mim deu certo. Eu disse te amo quando senti que era o momento que eu tava começando a aprender a gostar da pessoa. Mas no final, eu fui largada de um jeito ultra ridículo, ainda nem sei o que aconteceu. Então, pelo modo como fui tratada, odiei a pessoa.
Ainda não tive uma segunda esperiência, mas eu sei que quando os namorados dizem "te amo" elas falam apenas que gostam de você. Sério. Namoro só é pra sempre quando tu está maduro o suficiente pra casar ou morar junto, ou seja, levar tudo mais a sério.
Assim que ouvir todos aqueles "te amo" que os namorados vão trocar amanhã, se lembre de sua vivência. E antes de dizer "te amo" amanhã, reflita: "mesmo eu desobrindo outra pessoa, mesmo eu perdendo o interesse por essa, mesmo eu descobrindo coisas nela que eu não gosto, vou ser capaz de querer o bem pra ela, vou ser capaz de amar, vou querer ajudá-la quando tiver uma dificuldade?".
Um dia eu prometi que seriamos amigos, apesar de tudo. Eu cumpri, até onde ele não cumpriu. Se disser "te amo" e isso terminar, pelo menos faça um trato de serem amigos e cumpra. Se a pessoa não matou tua família, não te roubou nem te chifrou, não tem porque odiá-la.
Isso é apenas a opinião de uma garota que acha que "te amo" não é passageiro, se for, saiba usar na hora certa.

Bye!

Aliás, meus amigos, amo vocês!

domingo, 10 de junho de 2007

Primeiro post!

Han... tava sentindo falta de escrever algo sem precisar de foto.
Se bem que eu gosto de postar no www.flogao.com/yakari e agora no www.fotolog.com/crazy_pig .

*May comendo uva*
Domingo chato...
Nada pra fazer, a não ser ficar aqui olhando pra tela.
Ju tá off.
Aiko tá off.
Mário tá off.
Kihan tá on só no orkut.
Amie tá como volto logo.
Ogro tá off.
Drey tá off.
Tá um dia chato.
Ainda que minha mãe foi pra Águas de Lindóia e eu decidi ficar aqui, achando que ia passar o dia todo escrevndo, lendo e baixando música. Claro. Hoje um fiz um fotolog, invadi o /aiko_san, arrumei meu álbum.
Blah...
Ainda tenho que passar a limpo a matéria de física. E arrumar meu quarto. E escrever o texto da EPTV. E escrever as outras versões do texto do tempo.
Tô cheia de coisa pra fazer mas tô sem vontade para fazê-las.

Acho que é esse o início.
Eu espero.
Com o tempo eu vou postando músicas, vídeos, fotos, textos...
E... ânimo.

Bye