quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Biografia dela

"Mágico, especial
Seja borboleta,
bocas maravilhosas,
expressão.
Garota, confesse.

Olho exagere
Vida sentindo...
Devora vida
neste que supera.

Acabou por bem,
fechada, insegurança.
É desvantagens,
surpresa.
Gosta de perfume"

Dadaísmo com palavras de revista feminina, tenho mais outras 2 poesias assim.
Sabe quando a vida tá linda, nada atrapalha? É só vida, riso, felicidade, um medo de saudade futura e pijamas no colégio. É isso que eu sinto, só vida. Penúltimo dia de aula, um dos melhores finais de anos de um dos meus melhores anos letivos em um dos melhores colégios que já estudei. Com a turma mais legal que pode se ter no mundo.
O ano todo é só briga, pode parecer que esse finzinho é pura falsidade, é nada... é medo de saudade futura.

"Hey there delilah
What's it like in new york city
I'm a thousand miles away
But girl tonight you look so pretty
Yes you do
Time square can't shine as bright as you
I swear it's true
Hey there delilah
Don't you worry about the distance
I'm right there if you get lonely
Give this song another listen
Close your eyes
Listen to my voice it's my disguise
I'm by your side
Oh it's what you do to me
Hey there delilah
I know times are gettin hard
But just believe me girl
Someday i'll pay the bills with this guitar
We'll have it good
We'll have the life we knew we would
My word is good
Hey there delilah
I've got so much left to say
If every simple song i wrote to you
Would take your breath away
I'd write it all
Even more in love with me you'd fall
We'd have it all
A thousand miles seems pretty far
But they've got planes and trains and carsI'd walk to you if i had no other way
Our friends would all make fun of us
And we'll just laugh along because we know
That none of them have felt this way
Delilah i can promise you
That by the time that we get through
The world will never ever be the same
And you're to blame
Hey there delilah
You be good and don't you miss me
Two more years and you'll be done with school
And i'll be makin history like i do
You know it's all because of you
We can do whatever we want to
Hey there delilah heres to you
This ones for you"
Hey There Delilah - Plain White T's
Um dos clipes mais lindos, perfeitos, abaixonantes, profundos, envolventes que já vi. E a música, a mais viciante e leve.
http://www.orkut.com/FavoriteVideoView.aspx?uid=30814021665214669&ad=1196326111

domingo, 25 de novembro de 2007

"Dias melhores, pra sempre"

O Jota Quest me disse isso muito no ano passado. A verdade sobre esses dias é que temos que lutar por eles. Nós temos que ajudar a Terra, temos que correr atrás dos sonhos, temos que estudar e até quebrar a cara.
Lembre-se: a tristeza é inimiga da melhora.

Compartilhando...
Uma vez o 8P me perguntou como seria meu dia perfeito. Respondi que ele ainda deve ser escrito, mas já tive momentos maravilhosos. Lindas tardes com minhas primas, convites importantíssimos, divertidas noites com minhas amigas, passeios com minha família.
"O casal estava na prava, a garota deitou a cabeça no colo do rapaz. Eles se beijavam e as flores amarelas das árvores caiam sobre eles. Tarde tão calma como esta, nunca ouve."

sábado, 24 de novembro de 2007

Candy, minha vida fica melhor

Marshmellow é uma das coisas que mais combinam consigo mesma. O suave gosto doce, que o degustar parece nas nuvens. O aroma leve que fica no ar(quem come marshmellow tem perfume doce nas mãos). E as cores de quarto de bebê, aquelas que acalmam.
Chocolate, ao contrário, é marcante e forte. Seu perfume irresistível, que domina. O gosto maravilhoso e enlouquecedor que derrete na boca. Chocolate é sexy, é amigo e é companheiro de todas as bocas(como o beijo).
"E minha vida fez-se melhor", é o que sai da minha boca após ser seduzida.



Isso foi um post de gorda!
Mas, essa partezinha é só para agradeçer o recorde que tive ontem! 5 pessoas comentando, pode parecer pouco, mas foi muito legal pra mim!
Tio Mário: o título foi uma coisa muito nada a ver que eu nem sei porque escrevi! Adorei o comentário, "enxame de abelhas".
Tio And: Se quiser, manda a ver... mas acho que terá pouca gente!
E o resto, obrigada mesmo!

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

O sonho de uma aranha

Conto feito a partit de um sonho que eu tive nas férias de inverno. Sonho triste.

"Não teve tempo de se despedir, nem de olhar nos olhos deles uma última vez e levar consigo o amor que tinha. Ele partiu.
Ninguém sabia como. Mas ele não voltou. Encontraram um suposto ele, mas era irreconhecível.
Foi anúnciado que partira por conta de chamas. E o medo.
Não sabiam se o medo era realmente de quem pensavam que era. Mas ele não voltou.
Suas roupas estavam joagadas perto do medo. E das cinzas. Quase que as chamas o consumiu po inteiro.
O olhar de sua irmã era vazio. Ela não pensava. A dor era mais forte que a vontade ou a necessidade. E assim ficou, em choque, durante uns dias.
Ele era tão forte, tão companheiro, tão simpático, tão... observador. Apesar dos acontecimentos recentes, eu o via assim. Ele era assim. Eu o conhecia de longas manhãs, longas tardes... e poucas noites. Aqueles poucos dias que conversávamos como amigos ele me fez ver o que ele era.
Lágrimas escorriam durante dias. Incessantes.
Sua irmã olhava vazio. Eu chorava. Seus pais não acreditavam. Poucos de seus amigos estavam esgotados. Os colegas confortavam.
E outros dois, com uma pequena angústia, muito menor que a profundidade do riso, comiam e bebiam, como se ele apeas tivesse ido passear.
Mas ele tinha partido, e minhas lágrimas o queria de volta."

Na verdade, ele foi um pouco diferente disso, o sonho tinha uma final. O garoto era um animago(pra quem conhece Harry Potter), e antes de morrer ele se transformou em uma aranha e quem acabou sendo cremado foi um outro garoto que nada tinha a ver na história. E eu observava uma que tinha ficado presa na minha mochila, quando ela se transformou no meu amigo.
Pelo menos ele não havia morrido!

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

O Feliz Fim de Uma Sorriso Metálico

Acho que esse é um dos dias que mais estou anciosa. Porque hoje resolvi falar de felicidade. Talvez seja felicidade.
O que é que uma pessoa sente quando o final do ano está aí, as férias vem chegando, já está na finalização do uso do aparelho, o melhor amigo vai ilustrar o guia da Rolling Stone, o blog tem mais gente comentando, a inspiração para escrever cada vez melhor e o meu cabelo está ficando melhor?
Acho que é felicidade, no mínimo!
Contar 6 dias para o final das aulas.
Ouvir do dentista que o elástico está na posição de finalização.
Ler que o Mário vai fazer o guia.
Receber comentários de raros.
Ter idéias para as comics.
Acordar com o cabelo liso.
Me diz, num dia como esse o que a pessoa faz? Além de sorrir muito é claro!

"Em 2008 eu vou viver mais(seja nos erros ou acertos), vou tomar mais banhos de chuva e ver mais o sol se por."
Frase para o fórum da Capricho(eu ando escrevendo muito pra Capricho).
Tudo pelo Tudo de Blog! Em dezembro tem a nova seleção, torçam por mim!

Aliás, gostaram do novo nome do blog?

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Nem tão bom, nem tão ruim

Hoje decidi vir aqui e falar de ciúme. Por um simples motivo: eu senti isso hoje. É meio estranho falar que eu senti isso, porque a pessoa não é "minha", eu apenas gosto dela. Vendo pelos vários ângulos do ciúme, ele nem é bom nem é mau.
Ciúme mostra que você gosta de alguém, se você não gostasse, não o sentiria. Esse é um ponto bom.
Mas se for aquele doentio, que é prejudicial, não é um ponto bom.
O meu ciúme foi aquela pontadinha de aperto no coração(tenho várias delas, mas essa foi diferente), poderia até ser boa essa pontadinha, mas foi daquelas que deixa um pouco deprê.
Eu não tinha pensado antes que ia fazer essa conclusão sem realmente estar com essa pessoa, e essa pessoa nem sabe dos meus sentimentos.
Observendo isso mais a fundo, já notou que as grande inspirações vem a partir da melancolia do amor não correspondido. Eu realmente acredito que isso seja apenas temporário.

Então, após essa tentativa de conclusão, o que você pensa a respeito do ciúme?

sábado, 17 de novembro de 2007

Abrindo o íntimo

Resolvi publicar algumas frases que li no meu diário(sim, eu tenho um) esses dias, frases minhas que não passam de beleza estética, e não pessoal!


"A vida é um dilema. É uma guerra. Sinto falta de pessoas que nunca conheci.
Preciso da eternidade, do amor, da magia, da alegria. Preciso dele e o quero."

"Imagens e cheiros de nossas tardes juntos ecoam por aí procurando um coração hospedeiro.
Embora o meu ainda tendo espaço, a gente finge que o sente ecoar.
Eu apenas não sei te amar menos que o resto da eternidade."

"A menina foi até o quintal, olhou para cima, para a Lua. A atmosfera que a envolvia era de pesadelo, dor. Era o fim.
E pensar que a dois anos era lindo, aquele Sol como uma bola de cor laranja uniforme, se pondo no meio de um anil calmo e sereno(e mais a noite, tudo era temperado com uma lua docemente vermelha).
Ela sente falta da vida."