sábado, 8 de dezembro de 2007


Post de correção à ontem.
Foi tudo muito rápido, muito precipitado. Sem uma conversa clara e definitiva diretamente com a pessoa, a gente pode pensar muitas coisa e, ainda, falar coisas além. Como esse erro de ontem.
Desculpem pelo equívoco, mas uma semana martelando isso sozinha na cabeça, acaba com qualquer um. Eu sentia que nada conseguiria acabar daquele jeito que parecia o fim.
Ainda bem que não. A frase é medíocre, mas, Fera, ela está certa: "No final tudo acaba bem", se ainda não está bem, é porque ainda não acabou.
O que eu deveria ter dito era apenas da traição. Mais nada.
A parte boa é: depois de uma semana na fossa, eu volto rindo pra casa agora. E o sentimento que se instalou novamente, estava com saudades de mim.

Nenhum comentário: