sábado, 26 de janeiro de 2008

Olhos e lábios inchados

Não foi uma festinha qualquer, foi um festão. Foi exatamente o que meu amigo disse: "a noite é sua", por mais que todas aquelas pessoas especiais para mim partilhavam dela, aquela foi a minha noite.
Dancei, gritei. Tudo aquilo, de alguma maneira, era para mim. Pelo menos aquela noite foi como numa manhã no colégio(além dos própios alunos estarem lá), eu aprendi.
Soube que não pode prender as pessoas que nasceram para serem livres, estas mesmas são os artistas. Aprendi que eles são insanos, o descobri no meio de uma música do fime nacional mais visto, eu fui crazy, baby.
Notei que por mais que exista o abandono físico, nosso coração é imortal. E quando você é uma coisa, nem tentando mudar deixará de ser. Eu ainda pertenço àquele colégio.
Aprendi que falar "eu te amo" para alguém que pouco conhece, é banal, mas amar um professor jamais deixará de ser sincero.
Senti a importância dos amigos, os mínimos olhares falam muito e não tente nos fazer viver sem eles. Por baixo dos All Stars e moletons, há sempre alguém fantástico(seja o vestido de formanda ou as atitudes).
Me ensinaram que as lágrimas são o sentimento que não cabe dentro de nós. Então, o que sinto por aquelas pessoas que me disseram que sou fantástica, não cabe em lugar algum.
Em apenas uma noite eu pude notar como aquele lugar me faz bem!

Foto: Mari(sorrindo sem aparelho e com uma maquiagem dos sonhos), Ju(com cara de adulta misturada com Tia Marta) e Quirran(fazendo cara "eu estou com minhas duas namoradas"). Tem o Mário falando com um professor do lado e a Aiko fotografando!

Uma pequena homenagem:
-À Ju: que esteve comigo 4 anos no Villa, que vou sentir saudade de pedir cola e chamar pra uma conversa na aula do Lopes.
-À Aiko: que eu vi sim rebolando!
-Ao Kihan: por ter perdoado a traição.
-Ao Mário: meu querido Free Bird, que dançou La Bamba e valsa comigo, que eu sei que sabe cantar Nada Além de Mim.
-À Mamãe a ao Nielson: que pagaram tudo aquilo.
-À Yuki: por coisas não reveladas.
-À Bárbara: minha primeira amiga do Villa e que eu jamais vou esquecer.
-À Rosa: que me fez cair no choro no meio do cerimonial.
-Ao André: por me acolher em seus braços enquanto eu me derretia em lágrimas.
-Ao Pavia: que me disse coisas incríveis.
-Ao Borim: por ter sido insano o suficiente por criar um colégio e nunca desistir.
-Ao 9° ano: por tudo que vivemos, não só em todo esse tempo no Villa, mas também por ter ido à formatura.
E a quem também acredita em mim!

3 comentários:

wow_hajikero disse...

Maay, este ano vai ser incrível, como você me falou na virada do ano no celular, e eu acredito nisso. xD

eu rebolei? ah, um pouco, não sou pra dança não xD
É, solte suas asas. xDD

"Dança mulher!!!", lembra?
xDD

May, torço por você, que dê tudo certo ;D
beijo, te amo.

Mário Cau disse...

Não só sei cantar, como toco uma Air Guitar animal. Com solo e tudo.
8- D

May, não tenho mais o que falar alem do que vc disse. Não poderia ter expressado melhor.
Estou mto felizs por e com vc. Parabens de novo!

Sempre, mta sorte, mto sucesso, mta alegria, paz e amor.
E Arte, claro, a Arte.Sempre!

Beijao!!!

Anderson disse...

Meu Deus... eu perdi tudo isso?

May voce estava linda *____*

mas o kihan tava mais gostosao! ahuaeuhaeuhaehuae xDDD

mas oh... que tudo de certo pra ti... bom eu penso assim... eh a partir da saida do fundamental que voce comeca a vida "adulta".

e eh sempre bom criar amor por uma escola... eu sempre retornava ao patronato xD lembra que eu te disse? ^^

beijao May! cuide-se ^^

Te Amo muito! e toda a sorte do mundo nesta nova etapa da sua vida! ^^