sábado, 17 de maio de 2008

I'm not a plastic girl

Me desculpem pela falta de coisas boas a serem postadas. Eu ando me mantendo mais concentrada no curta(espero que esse saia) e no colégio, acabo por não ter tempo para o blog. Esses dias eu tentei escrever alguma coisa, tudo começava com uma tradução porca do que uma música me dava a entender(e eu só sei o começo da música):
"Você me diz que sou a garota errada"
Não sei o que isso significa, nem sequer tenho namorado para alguém me dizer isso. Já contei para vocês a história do fora? Acho que não, é bem legal. Um dia eu estava lembrando de uma cena de filme ou seriado, não sei ao certo, que me marcou. Havia um casal discutindo e o garoto disse: "você precisa de um amigo, e não de um namorado". Aquilo me chocou, como alguém pode ser tão pessoal num fora?
O mais engraçado é que eu lembrei depois que a garota era eu.
São coisas da vida que a memória ruim faz ficar engraçado. Como, por exemplo, uma garota do centro espírita se apresentar para mim duas vezes. Ou as piadas que o Piassa conta na aula 3 vezes no mesmo ano.
Eu vou ver se consigo algo melhor!

2 comentários:

Anderson disse...

...

realmente qualquer coisa torna-se engraçada quando se tem memória de velho xDDD

o pior de tudo é quando você vê acontecer tudo igualzinho em um filme ou na vida de algum(a) amigo(a)

mas não se preocupe com o Blog... preocupe-se com o que você deve se preocupar atualmente que são seus projetos e a escola principalmente ^^

te amo May! ^^

beijos

Juliana Dacoregio disse...

ué... você lembrou como se fosse a cena de um filme, mas na verdade havia acontecido com você?...