domingo, 22 de junho de 2008

O que deveria ter feito a muito tempo

Talvez fosse a última vez que ele a veria, na porta de sua casa, ela segurava um livro.
-Vim devolvê-lo, -ela disse logo- você me emprestou faz uns meses.
-Obrigada. - ele disse pegando o livro- Quer entrar? Faz tempo que não conversamos.
-Não posso, Caio, -a voz dela saiu diferente- não posso me atrasar.
Ele que estava atrasado, ela o esperou muito; Caio nunca deu a devida atenção à Victória, embora ela lhe fizesse bem.
-Eu soube que irá se mudar -ele avisou.
-Sim, -confirmou- será melhor. Minha vida não é aqui, nem na cidadezinha de que viemos. Terminei minha faculdade, consegui um bom emprego no Rio de Janeiro.
-Não nos veremos mais?
Victória espantou-se, o Caio fraquejando? Com medo? Algo não estava certo, se ela conseguiu superar tudo, como ele poderia estar falando assim?
-Caio, -ela tirou suas últimas forças- é hora de construir minha vida, seguir meus instintos, começar minha carreira.
"E eu acho necessário sim me afastar de você. Não dá mais para ficar assim."
-Vick, por favor, -Caio implorou- me fala onde irá morar ou, ao menos, trabalhar. Nós somos tão amigos.
-Eu sei que somos amigos. -Vick disse com seu último olhar- mas você sempre soube que eu te amava mais e fez questão de fingir que não via.
"Caio, eu devo ser quem eu preciso ser. E isso é uma vida só minha.
Ëla virou-se e deixou seu passado ali, carregando um livro na porta de casa.

2 comentários:

Anderson disse...

=OOOO

que demais! *____*

ahhh eu tava com tanta saudade de ler seus textos =3

*___*

e matou a saudade bem matada com este... xDDD

beijos May! te amo ^^

Daniela Souza disse...

É, parece que só assim mesmo pra perceberem o quanto a gente gosta deles.. Nos perdendoo...
Seu textoo é lindoo d+
Beijooos

(http://secrets-specials.blogspot.com/)