sexta-feira, 18 de julho de 2008

"You see this life as nothing but a song without no rime"

Nós riamos muito quando ele colocou a calça apertada, tudo porque eu pedi. Tudo bem, eu estava com um vestido preto muito esquisito que ele sugeriu que eu usasse. Para ele eu estava linda, para mim ele era o único. Não importava que fantasia era aquela noite.
Mas, depois de um tempo aquilo virou só história. A quem eu contava a achava fora do contexto da vida, se vestir como o outro quer.
Eu gosto mesmo de pessoas que aceitam as nossas mudanças e loucuras, principalmente porque eu e ele sabiamos o que fazer. Quem mais me criticou, não. Apenas nos divertiamos e os precipitados nos julgavam erradamente e, ainda, não entendendo a magia da vida quando se ri. Não nos importamos com os comentários, mas aquilo me deixou intrigada, tudo poderia ser mais calmo.
Quando voltamos para casa, depois de um final de semana esquisito, tudo o que não aconteceu parecia que aconteceu. Decidimos viajar para uma cidade calma para poder passear e encontrar uns amigos. O que fizemos foi passar a noite no hotel ouvindo música e escrevendo, no dia seguinte passamos na melhor doceria. Na mesma noite voltamos contando toda a calmaria como se fosse o máximo que alguém pudesse atingir, como ir a Paris, por exemplo.
"Perderam um excelente show", disse um amigo que queria nos levar a um barzinho. Perdemos? Não, porque a nossa vida já é uma música. Para as pessoas é totalmente sem rima, mas, fazer o que? Essas pessoas não entendem a poesia.

2 comentários:

Anderson disse...

nossa! @__@

realmente não há nada melhor do que ver ou ouvir o riso das pessoas que gostamos... pra mim não existe maior prazer...

é... o importante é a felicidade contida em cada um... ^^

nem sei por que to falando isso xD mas acho que teria algo a ver com o post... mas como minha interpretação num é das melhores sinto que falhei xD

>.<' sou estranho não? xD

beijos May!

te amo ^^

Juliana Bonetti disse...

NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOSSSSAAAAAAAAA


Que demaissss *-*