quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Layer Zero pelos críticos

O Mário estava procurando suas publicações pela net, quando, derrepente, se depara com isto.
Sendo mais clara:

Antologia explorando os temas Insônia e Tempo.
Antologias são quase sempre um saco de misturas. Elas não podem fazer nada respeito, é o jeito que elas são. O problema que geralmente tenho com elas é que sinto que as boas histórias parecem de alguma forma prejudicadas pela presença das porcarias.
As que funcionam, funcionam por causa de padrões editoriais aplicados, bons critérios de seleção e um com calibre de escritores e artistas.Dito isso, eu entendo seu propósito. Artistas e escritores novos tê ma chance de mostrar seu trabalho quando nenhuma outra companhia maior de HQ daria espaço. O que eles fazem é claramente valorizado. Às vezes, eles oferecem ao leitor a oportunidade de ver os criadores de HQ de manhã darem seus primeiros passos na indústira. Layer Zero apresenta muitos criadores ainda desconhecidos, mas também mostra alguns que foram para coisas melhores, mais notadamente Cy Dethlan.As várias histórias na antologia são geralmente de alta qualidade. Alguns roteiros são estranhos mas com esses termos, é óbvio que você vai ver um pouco de loucura.A arte varia do amadorismo e um pouco fraco para o incrivelmente brilhante (nas histórias "Undone" e "Dry Leaves")
Há grande variedade aí e felizmente essa antologia bem apresentada é mais boa do que ruim, então acho que Layer Zero definitivamente merece ser lida.
Por Glen Carter(tradução: Mário Cau)
Aliás, a coletânea recebeu, de 0 a 10, nota 8!
Ok, digamos que eu tenho muito que agradecer ao Senhor Cau. Se ele não tivesse feito do mini-conto uma HQ, não teria parado aí.
Obrigada, brother! Você sabe que eu devo muito do meu lado artista a você, cada vez mais!
Aliás, é só o começo!
Hehehehe
Obrigada também todo mundo que acredita em mim!
\m/~
Leia Dry Leves aqui.
Leia Folhas Secas aqui.
Leia a crítica original aqui.
Leia o Blog do Mário Cau aqui.

Um comentário:

Anderson disse...

Oh My God, fiquei tão feliz quando li essa notícia!

mesmo não sendo parente seu, me senti mais do que orgulhoso...

aliás, tenho orgulho do dia que te conheci, agradeço todos os dias da minha vida por ter formado aquela bandinha que não deu em nada ahEUHAUEHUEhEAUhu

beijos May! meus Parabéns! ^^

(L)²¹³¹