quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Meio de semana

Quando entrou no quarto, ele arruamva o armário, tirava algumas roupas velhas e vários tesouros guardados. Ela tinha orgulho de vê-lo executando tal tarefa. Tirava seu passado amargurado e o depositava em sacolas, ele se desfasia das noites ruins e dias cansativos.
Ela puxou a cadeira da escrivaninha e sentou-se. Ele começou a tirar todas as outras roupas, colocava-as na mala. Fuga? Sim, fugiria para sua nova vida.

Nenhum comentário: