terça-feira, 21 de outubro de 2008

Desassossego

Eu descobri. Descobri que quero preencher com palavras todos os cantos que você deixou em branco quando partiu. Sei que elas não serão as mais doces, nem mesmo poderão me acalentar. Não serão digeríveis ou tangíveis. Elas serão sim aquelas marcadas pelo vazio, pela melancolia trazida nos olhos de quem não vê o finito das coisas. Aquelas descoradas e gastas de si mesmo, jamais entendidas.
Eu me cerco então em páginas, capítulos e livros de mim. Todos empilhados à altura da mão estendida e dos sentidos famintos. Um mundo ao redor das estórias pisadas e repisadas. E a cada linha, espremida com tamanha força, cada letra do seu nome irá saltar. E assim, da reescrita de todas as palavras haverá uma nova ordem, em cada canto, um novo conto em branco se descobrirá.

Escrito por: Telma do My colorful Word.

Um comentário:

Telma disse...

hahaha
hehehe

hihihi, qual não é minha surpresa ao passar por aqui?? Achar meu texto!!!
Só vc mesmo menina!!

Lembro-me como se fosse hoje quando sentei pra escrever "Desassossego". Me sentia dilacerada. Na pior das hipóteses, o amor serve para fabricar alguns textos que vão me dar orgulho e lembranças depois... Escolheu bem, é um dos meus favoritos!

Beijos