sábado, 29 de agosto de 2009

Recado

Não, eu não me importo com isso. É sério. Se você é fraco, isso não me afeta. Apenas me impressiona, você consegue ser mais fraco que eu. Certo, pode se esconder. Me esquece, até. Mas antes, por favor, devolve o livro que eu te emprestei.

5 comentários:

Marina disse...

Ahhhhhhhhhhhhhh

outro dia estava eu parada num mega transito na avenida paulista, e eis que resolvo olhar pro lado...

aí vejo uma casa...
mas então eu penso: uai, a casa das rosas ficou lá pra trás faz tempo
aí reparei melhor... havia uns panos pendurados em volta, no que seria o jardim da casa...

adivinha só?

ENCONTREI O CASARÃO! hehehehe
parece ser muuuuuuuuuuito legal! se der vou lá amanhã (que já é hoje!)
é quase na frente do ceter 3, ao lado do conjunto nacional! inacreditável!

tia ionca @---;--- disse...

Você escreve coisas que adoro ler !!! fiquei encantada com tudo !!! bjs e vou voltar sempre !!!! bjs tia ionca

Beatriz. disse...

incrível como esse poquinho pode ser tanto.

Larissa disse...

(...)devolva também aquele CD que tem a "nossa música" que não será mais nossa propriamente dita. Será, agora, propriedade das lembranças que eu resolvi ocultar.

Oi! Gostei tanto que até continuei! hahaha

ps: Te linkei lá no blog. Me linka aqui também! :)

bjs

Sam disse...

Adorei, Mari.
Pelo menos o livro ele TEM que devolver, não é?

Pouco que vale por muito.
beijocas!