segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Anjo

Ele fechou os olhos castanhos apoiou a cabeça no braço do sofá e tentou cochilar. Parecia calmo, seu sono não era de cansaço. Sua pele não expressava irritações. Seu peito peito inchava de ar então expirava lentamente.
Observava como se aquilo fosse um momento sagrado. Aquele foi meu momento sagrado. Até ele abrir os olhos novamente e me sugar para dentro deles.

Um comentário:

And Yoshi disse...

Eita, como fazia tempo que eu não vinha aqui xD

sempre que eu venho ao teu blog é pra ler de montes de posts!

gosto de tirar um bom tempo do meu dia pra isso! =D assim posso reciclar a todos direitinho na minha cabeça xD

bom, realmente esse título ficou enigmático!

só me resta saber se sei do que se trata ou não! asHUESAHUEASHUEHu

beijos Mari! ♥