quarta-feira, 3 de março de 2010

Virando bicho

(Sim, é virando bicho com "ch", e não com "x", entenda o porquê)

Eu acordo todo dia às 5h40 da manhâ, pego vinte minutos de ônibus e ando mais quinze. Sabe para quê? Para supostamente estudar e supostamente passar em uma faculdade pública. Eu sei que é o que os nossos pais esperam da gente depois de pagar 11 anos de escola. Mas e a nossa vontade? E a nossa vontade de dormir até mais tarde e assistir Mais Você durante o café da manhã? E a vontade maior ainda de acordar mais tarde e só almoçar, assistindo o Jornal Hoje? 
Eu viro bicho porque eu não me encaixo na minha sala. Eu acho que a turma é tão inexperiente que tudo eles têm que perguntar: "isso cai no vestibular?". Eles são tão inseguros que não conseguem fazer uma prova sem estudar uma hora no dia anterior.
Não estou querendo me gabar, juro! Eu só quero desabafar. 
Eu sei que a melhor forma de treinar para o vestibular é assistir a aula e fazer a prova sem estudar. Assim você sabe até onde você chega.
Às vezes eu não quero virar bixo, ou melhor, bixete. Talvez eu prefira ser apenas um ser humano comum, sem zoomorfismos. Todo mundo precisa viver um pouco, viver a própria vida, e não simplesmente existir no meio de apostilas.
O que me deixa um bicho mesmo é ver a oportunidade de viajar para a Ilha do Cardoso em outubro e ouvir a desculpa de uma colega: "eu vou precisar desses quatro dias para estudar para o vestibular".
Eu só quero viver. Eles que virem bixo...

3 comentários:

Jessica disse...

adorei o post, super concordo.
beijos gata :*

Marina disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

essa foi boa!!!

Beeeijos! Saudades!

And Yoshi disse...

Realmente foi um post muito, mas muito interessante =D

Mostra um pouco de suas metas e muito do que você pensa...

Eu penso que por mais que nossos pais esperam o melhor pra nós, eles muitas vezes não sabem o que é o melhor para nós e sim o melhor para eles!

Embora uma parte do que eles pensam é em nossa segurança, eles estão sendo um pouco egoístas de não querer sentir essa preocupação que eles tanto sentem...

Veja bem, talvez isso seja um pensamento totalmente egoísta de minha parte, mas da mesma forma que eu estou sendo egoísta, eles também são quando jogam na nossa cara frases do tipo: "Eu não tive essa oportunidade" ou "Eu estou pagando seus estudos há um bom tempo, pra isso?"

Mal sabem eles que as vezes, nós já sabemos muito bem o que queremos e que ao invés de criticar, um apoiozinho faria bem... =/

Beijos!