sábado, 22 de maio de 2010

Cólera

Eu aprendi essa palavra em um mangá, achei estranho a personagem falar que um garoto estava com cólera, só de olhar para o rosto dele. Procurei no dicionário e entendi que cólera não era só uma doença. Hoje eu sei o que é essa palavra, é a que mais descreve.
Cólera.
Eu tenho que entender que a Summer não é cem por cento boa. Ela tem suas partes ruins. Ela tem várias partes ruins. Ela enganou o Tom. O Tom era só o segundo dela. Ela esmigalhou os sentimentos dele. Passou por cima deles.
Sei lá se ela fez por mal ou nem reparou. Não importa, isso não se faz.
Hoje uma pessoa contou toda a história da minha vida. Mas não era minha história. Era a história dela.
Perceba, ela sentiu o que eu senti. O que tem dentro de mim não é novo, autêntico, ímpar, singular, subjetivo.
É a mesma merda que uma outra pessoa já sentiu.

Então todo os meus vários dias com ele pararam de ser cor de rosa. Ou de qualquer outra cor. Ganhou uma cor com um nome específico(ao menos isso é singular). O nome dessa nova cor é cólera.

Um comentário:

Queeη Ŀ˚˚˚ disse...

essa cor ja pintou meus dias várias vezes =(