segunda-feira, 19 de julho de 2010

O Testamento

Em algum lugar, na amplidão do espaço de meus sentimentos, emerge uma inquietação, uma contrariedade, lamentos que não compreendo sopram em minha direção, levantam-se ameaças em meu ser: já não me sinto concorde comigo mesmo. 


Rilke

Nenhum comentário: